Dicas e Novidades

Sua postura com o Pilates

Publicado em 03/12/2018 às 15h44

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Você já pensou como o Pilates pode melhorar a sua postura corporal e resolver outros inúmeros problemas que vem lhe causando desconforto? O Pilates é o método de condicionamento físico que integra o corpo e a mente, ajuda a melhorar a coordenação, equilíbrio, flexibilidade e consciência corporal, além de ser um grande aliado para uma boa postura. Um método seguro para sua saúde física, ele se destaca pela qualidade de seus movimentos, sendo realizados de forma lenta e progressiva de acordo com a capacidade de cada aluno! As modificações no corpo são facilmente percebidas, deixando todos seus praticantes satisfeitos com o resultado.

 


Você já ousou desafiar o seu corpo?

Publicado em 08/11/2018 às 14h17

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Escolhendo o Pilates como prática, você poderá sair da zona de conforto e vencer as barreiras que os próprios exercícios sugerem. Através de uma    boa execução, coordenação e respiração, podemos adquirir grandes benefícios para a saúde dos músculos e articulações.


Uso excessivo do celular pode causar tendinite

Publicado em 08/08/2018 às 14h06

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estima-se que 9 em cada 10 brasileiros têm um celular, ou seja, quase todo mundo tem esse aparelho na palma da mão

Ao mexer no celular, os pulsos ficam sempre na mesma posição e os dedos fazem sempre os mesmos movimentos – especialmente os polegares, principais agentes da digitação Essa sucessão de movimentos iguais é o que desperta a tendinite – inflamação nos tendões, um dos mais comuns exemplares das Lesões por Esforço Repetitivo .

O primeiro sinal apresentado é a dor localizada, que aparece enquanto se usa o celular e depois some. Depois de algum tempo, a dor torna-se constante  não mais exclusiva dos momentos de digitação -, e vem acompanhada de uma sensação de queimação ao movimentar o músculo lesionado. Na sequência, a dor aumenta de intensidade e começa a irradiar para as regiões próximas. Em casos graves, pode haver comprometimento completo das funções musculares (não conseguir segurar uma caneta ou abrir a porta do carro, por exemplo), acompanhado de dor aguda, constante e intensa.

 

 

Como evitar

procure segurar o celular com uma das mãos e digitar com o indicador da outra, evitando sobrecarga da musculatura dos polegares;
Faça alongamentos das mãos, punhos, braços e ombros 3 vezes ao dia (contrair, esticar e rotacionar os músculos)
Chacoalhe as mãos e braços com a musculatura bem relaxada, após longos períodos digitando;

Como é o tratamento

Existem alguns tratamentos para a tendinite que variam conforme o grau da inflamação. Lembrando que o ortopedista é o profissional mais indicado para avaliar o problema e indicar o tratamento adequado.

Para o alívio da dor, a primeira orientação é o descanso. Não repita o movimento que você está acostumado a fazer e fique com a parte dolorida em repouso. Você também pode fazer compressas frias para diminuir o inchaço e o incômodo, mas isso só funciona quando a inflamação é recente.

No caso de medicamento, analgésicos e anti-inflamatórios são indicados. Porém, a automedicação nunca deve ser realizada. É recomendável procurar um especialista que poderá indicar o melhor remédio para o tratamento.

O profissional também pode orientar a colocação de talas com o objetivo de imobilizar a articulação atingida por alguns dias. Munhequeiras e tornozeleiras são as mais usadas.

 

  

 


Cuidados com o exercício no inverno

Publicado em 18/06/2018 às 11h01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  O inverno é a época mais aconchegante e que demanda maior esforço para sair de casa, o inverno tende a ser um fator exponencial para aumentar a ausência das pessoas nas academias, que diminuem a prática de exercícios em um contexto geral.

  Mas se você quer praticar atividades físicas mesmo com o termômetro atingindo temperaturas com as quais o nosso organismo não está acostumado, saiba que você deve tomar alguns cuidados essenciais para manter o seu corpo saudável. Veja algumas dicas de  precauções a seguir.

  A temperatura média ideal para a prática de exercícios é a de 20 graus celsius. Em contrapartida, realizar atividades com os termômetros marcando menos de 14 graus é considerado uma agressão ao corpo.

  As partes do corpo que costumam sofrer mais com a chegada do inverno são os pés, mãos e cabeças. Assim sendo, é fundamental proteger essas partes do corpo com mais intensidade. Há também uma relação da região afetada de acordo com o sexo de cada pessoa: homens necessitam de uma maior atenção as mãos, já que elas são mais frias; já as mulheres são acometidas com maior facilidade pelas dores de ouvido, e por isso é primordial que os praticantes de exercícios físicos, durante o inverno, não dispensem o uso das luvas e gorros.

  Não faz-se necessário o cessamento total das atividades quando o tempo está mais frio do que o normal. Mas é importante proteger-se ao máximo para manter o corpo em uma temperatura agradável, de modo que você aproveite o exercício ao mesmo tempo  que mantém o seu corpo saudável.

 


Tratamentos com Reeducação Postural Global

Publicado em 22/05/2018 às 14h24

                                                                                                                                                                                                                                                                        

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

     

  A Reeducação Postural Global - RPG é um método de fisioterapia que trata das desarmonias do corpo humano, indicado não somente para quem sente dores, mas para quem busca o equilíbrio postural, levando em consideração as necessidades individuais de cada paciente, já que cada organismo reage de maneira diferente às agressões sofridas no dia-a-dia. Essas agressões que normalmente ocorrem por: maus hábitos posturais e/ou profissionais, alterações congênitas ou adquiridas, fatores emocionais - levam a uma contração (tensão) de determinados músculos, causando assim desvios posturais.

 

Exemplo de alguns problemas que podem ser tratados com a RPG:

- Torcicolo;

- Hipercifose [aumento da curvatura torácica];

- - Hiperlordose [aumento da curvatura cervical ou lombar];

etificações [diminuição das curvaturas da coluna];

- Hérnia de disco;

- Torcicolo;

- Lombalgia [dor na região lombar];

- Cervicalgia [dor na região cervical];

- Artrose [desgaste da articulação, que leva a dores];

- Bursite e Tendinite [inflamações];

- Asma e Bronquite;

- Pés planos ou cavos;

- Dores musculares;

- Stress;

- Enxaqueca [quando relacionada à postura];

- Joelho Varo ou valgo [projeção dos joelhos para fora da linha média];


Como tratar a dor na coluna com o Pilates

Publicado em 14/05/2018 às 11h00

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Você sabia que a dor na coluna, atinge mais de 80% da população mundial? Pois é, ela está relacionada a uma série de fatores e pode ter múltiplas causas, como por exemplo a postura incorreta e maus hábitos como por exemplo, a posição em que se dorme, ou a postura no trabalho ou escola.

 Quem tem problemas de coluna nem sempre pode praticar alguns exercícios físicos. Mas uma atividade recomendada é o Pilates, método de treinamento indicado para qualquer pessoa. “O exercício pode ser praticado tanto por quem quer fortalecer a musculatura, tem sérios problemas de coluna ou até um atleta de alto nível. Diante disso, percebemos a importância de ensinar ao paciente  a preservação da coluna e pelve neutra.

A cada dia sentimos a necessidade de introduzir e preservar essas conexões corporais de forma consciente em nossas aulas e no dia a– dia  do cliente, proporcionando assim uma maior liberdade de movimentos, alívio, diminuição das dores na coluna e assim, consequentemente, gerar uma melhora em sua qualidade de vida.


Cãibra

Publicado em 25/04/2018 às 14h09

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   A cãimbra é uma dor súbita, forte e involuntária que se manifesta durante a prática intensa de atividades físicas, habitualmente nos praticantes que estiverem mal condicionados ou mal alimentados. Ela é causada por falta de sais minerais e vitaminas, o que leva o organismo à fadiga muscular.

   A respiração é um ponto importante para evitar as câimbras, pois a falta de oxigênio na circulação colabora para o cansaço muscular. Segundos os especialistas, apenas o excesso de exercícios físicos não é capaz de provocar as contrações, um  dos grandes problemas pode estar na desidratação no período das atividades.

  As cãimbras podem ser evitadas com alimentação balanceada, hidratação por meio do uso de água e isotônicos, preparo antes de alguma atividade e condicionamento físico.

 


Lombalgia

Publicado em 06/02/2018 às 16h16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  A lombalgia se refere aos quadros dolorosos na região inferior das costas, entre a última costela e a pelve (bacia). Sabe-se que 85% da população mundial em algum momento da vida irá sofrer com esta condição. Sua gravidade é muitas vezes desprezada pela crença de que é uma condição passageira e benigna. No entanto, a lombalgia é uma das maiores responsáveis por faltas ao trabalho e pela perda da qualidade de vida.

 

As manifestações clínicas são bastante variadas podendo se observar choques, formigamento, fraqueza, incapacidade de se manter em pé, queimações, travamentos e até mesmo irradiação para os membros inferiores (lombociatalgia). Assim como os sintomas, sua causa é bastante abrangente como por lesões musculares, ligamentares, hérnias de disco, artrose, fraturas, infecções e até em decorrência de tumores.

 

Uma maior expectativa de vida da população,tornando os pacientes mais susceptíveis a processos degenerativos da coluna e o aumento da obesidade, sobrecarregando as vértebras e os discos intervertebrais são responsáveis pelo crescimento dos casos de lombalgia. A má postura e o sedentarismo, comuns na vida atual, também são agravantes do processo.

 

Por outro lado, em atletas amadores, a prática de exercícios físicos sem acompanhamento adequado ou excessivos é outra grande responsável por quadros de lombalgia aguda. Já em relação a atletas profissionais, a falta de avaliação e acompanhamento poruma equipe de profissionais do esporte, como médicos, fisioterapeutas e educadores físicos, podem significar desde queda da performance a lesões graves, com comprometimento permanente da carreira do atleta.

 

São inúmeras as medidas que ajudam a prevenir os quadros de lombalgia e dores nas costas, em geral, como correção da postura, evitar pegar objetos muito pesados, fortalecimento da musculatura do tronco (core), alongamentos, dormir em colchões adequados com a coluna alinhada, prática de atividades físicas, perda de peso, não se manter sentado ou em pé por longos períodos etc.

 Apesar de uma considerável porcentagem dos casos serem autolimitados, é importante salientar que a dor é um sinal de alarme e que condições de dores constantes, noturnas, recorrentes, acompanhadas de febre, irradiadas para os membros inferiores ou acompanhadas de perda de sensibilidade e força devem ser avaliadas por um médico, pois podem ser decorrentes de condições graves e colocar a saúde do paciente em risco.

 

 O tratamento da lombalgia varia de acordo com sua causa. Geralmente, o tratamento inicial é conservador, ou seja, utiliza-se repouso, medicações analgésicas e anti-inflamatórias. Também podem ser indicados, fisioterapia, RPG (reeducação postural global), osteopatia, quiropraxia, pilates, acupuntura dentre outros. Procedimentos invasivos como laser, infiltrações e cirurgias são indicados em casos extremos.

Assim sendo, os pacientes com dor lombar devem sempre procurar ajuda médica para diagnóstico e tratamento adequados.

 

 


Pilates e Flexibilidade

Publicado em 24/01/2018 às 14h09

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Normalmente quando o aluno nos procura no estúdio pela primeira vez, durante a aula experimental, nos informa que uma das decisões que o fez buscar o Pilates foi já ter ouvido muito falar que o método pode melhorar e muito sua flexibilidade!

Então vamos conhecer como o Pilates trabalha essa capacidade e que benefícios se podem experimentar com um programa bem estruturado e orientado.

Obviamente que os resultados serão diferentes de pessoa a pessoa pois, sabemos que cada indivíduo é um ser único.

Muitos alunos/pacientes podem nos procurar por apresentarem vários encurtamentos musculares e estes poderão trazer alguns prejuízos, entre eles podemos citar dificuldades motoras, desvios de postura e até em alguns casos, ser causa de lesões musculares.

Para isso devemos ter em foco as diferenças entre homens e mulheres, os encurtamentos que podem ocorrer nas diferentes faixas etárias, patologias de coluna, vícios de postura tanto no seu laser quanto no ambiente de trabalho, só para citar alguns exemplos.

Também pode ter relação genética, onde o indivíduo apresenta menor elasticidade nas fibras musculares que outros.

Entendendo o que é Flexibilidade

Flexibilidade é a valência física em que é possível realizar movimentos em determinadas articulações (uma ou mais) com certa amplitude de movimento, nos limites morfológicos, sem que com isso possa haver risco de provocar Fatores que podem influenciar na Flexibilidade

  1. Idade: teoricamente, quanto mais velha a pessoa fica, menor será sua flexibilidade,
  2. Sexo: na mulher, por ter tecidos menos densos, muitas vezes é mais flexível do que o homem,
  3. Individualidade Biológica: mesmo as pessoas de mesma idade e sexo, podem apresentar um número incontável de graus de flexibilidade entre si,
  4. Tônus Muscular: o aumento do tônus muscular pode prejudicar a flexibilidade,
  5. Respiração: no Método Pilates é um fator de extrema importância na aquisição da flexibilidade. Na maioria dos casos se orienta inspirar pelo nariz e soltar o ar (expirar) pela boca com suavidade para que dure quase o dobro de tempo da inspiração, deverá ser lenta e profunda,
  6. Temperatura Ambiente: normalmente o frio reduz a elasticidade muscular e temperaturas altas tendem a relaxar a musculatura e podem aumentar a flexibilidade,
  7. Horário: ao acordar, todo o componente plástico da musculatura e das articulações encontra-se em sua forma mais próxima do original e isto pode ocasionar resistência em movimentos de maior amplitude. Com o passar do dia, a flexibilidade poderá atingir seus níveis de normalidade.

Benefícios da Flexibilidade no Pilates

  1. Melhora do desempenho físico,
  2. Menor risco de lesões,
  3. Redução das dores musculares,
  4. Melhora significativa da postura,
  5. Diminuição de episódios de dor nas costas,
  6. Aumento do fluxo sanguíneo e conseqüentemente maior nutrição muscular,
  7. Melhora na coordenação motora.

Objetivo do Trabalho de Flexibilidade no Pilates

  1. Restaurar amplitudes de movimento a níveis mais próximos do normal na articulação envolvida e mobilidade das partes moles adjacentes a esta articulação,
  2. Prevenção de encurtamentos e tensionamentos irreversíveis de um ou mais grupos musculares,
  3. Aumentar a sensação de relaxamento muscular,
  4. Redução do risco de aparecimento de tendinites,
  5. Aumentar amplitudes de movimento de alguma área em particular ou mais globalmente antes de iniciar um programa de exercícios de fortalecimento.

 

 

  


Bursite

Publicado em 10/01/2018 às 11h39

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que é Bursite?

Bursite é a inflamação da bolsa sinovial, uma estrutura cheia de líquido que se localiza entre um tendão e a pele ou entre um tendão e o osso, com função de amortecimento, e auxílio no deslizamento dos tecidos. A doença pode ser aguda ou crônica.

A ocorrência de bursite é mais comum nos ombros, cotovelos e quadril. Mas ela também pode ocorrer nos joelhos, calcanhares e no dedão do pé, além de outras articulações. Em geral, bursite ocorre perto das articulações que realizam movimentos repetitivos.

 

Causas

A causa mais comum de bursite é a repetição de movimentos em determinadas articulações ou posições que possam causar danos às bursas. Isso pode acontecer nas seguintes situações:

  • Lançar bolas ou levantar algo sobre sua cabeça repetidamente
  • Apoiar-se em seus cotovelos por longos períodos de tempo
  • Ajoelhar-se por períodos longos de tempo
  • Ficar muito tempo sentado, principalmente sobre lugares pouco confortáveis e com superfícies duras
  • Alguns bursas, como no joelho e cotovelo ficam logo abaixo da pele. São esses os locais do corpo com maior risco de traumas que podem ocasionar à bursite.

 

Sintomas de Bursite

Uma pessoa com sintomas de bursite pode notar:

  • Dor nas articulações e sensibilidade ao pressionar a região ao redor da articulação
  • Rigidez e dor ao mover a articulação afetada
  • Inchaço, calor ou vermelhidão na articulação, principalmente quando relacionadas a infecção.

Tratamento de Bursite

O primeiro passo para o tratamento de bursite envolve, basicamente, algumas medidas constantemente sugeridas por médicos, como repouso, aplicação de gelo no local da lesão e o uso de analgésico para a dor. Dependendo do paciente, essas medidas bastam para tratar a bursite. Mas caso elas não sejam suficientes, o médico pode oferecer outras formas de tratamento, como:

  • Medicação. Se a inflamação for causada por uma infecção, o médico irá prescrever o uso de um antibiótico
  • Terapia. Seu médico pode recomendar fisioterapia ou exercícios para fortalecer os músculos na área afetada para aliviar a dor e prevenir a reincidência da bursite
  • Injeções. O seu médico pode realizar uma injeção de corticosteroide na região da bursa afetada para reduzir a inflamação. Este tratamento geralmente traz alívio rápido da dor e, em muitos casos, será suficiente para o tratamento
  • Punção para esvaziamento do conteúdo líquido inflamatório ou traumático
  • Cirurgia. Uma bursa inflamada sem melhora com tratamento conservador pode ser tratada cirurgicamente.

 

 

 

 


left show fwR tsY bsd sbww b03s c05|left tsN fwR show b03s bsd|left show b03s bsd tsN fwR|sbse||image-wrap|news login fwB fwR tsY normalcase c10|fsN fwR normalcase tsY c10|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase tsY c10|fwR tsY normalcase c10|normalcase tsY c10|content-inner||