Dicas e Novidades

Eu e você somos fantoches da industrialização!

Publicado em 22/01/2015 às 18h22

O surgimento da primeira máquina a vapor, no século XVIII marca o início da industrialização

que começou na Inglaterra e foi chamada de Primeira Revolução Industrial. A máquina veio

para substituir “apenas” algumas funções do homem e depois de mais algumas revoluções,

vemos a utilização do petróleo e energia elétrica para aumentar ainda mais a produtividade.

A rápida urbanização transformou a sociedade, promovendo a mudança no padrão de

consumo, tornando o mundo globalizado atual e conectado. No Brasil, ocorreram diversos

estágios nesse processo e os consumidores desses novos produtos sempre sofreram com os

problemas criados: inflação ascendente, falta de infraestrutura, boicote econômico, entre

outros.

Todos podem conhecer produtos regionais graças às técnicas que permitem melhor

conservação dos alimentos para transporte e prolongam seu prazo de validade, utilizando

técnicas que podem ser prejudiciais ao bom funcionamento do organismo. Ao comprar

estes produtos “práticos” o consumidor arca com os gastos que o produtor tem para poder

comercializar estes produtos: o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), que é o mais

conhecido.

Antes da chegada das máquinas, o trabalho rural era valorizado e a alimentação era baseada

em produtos colhidos no campo e minimamente processados por procedimentos caseiros

(calor). Com a industrialização, tratamos com preconceito essa população que ainda vive

do campo (são os famosos “Jecas Tatú”) e os efeitos negativos na natureza apareceram.

Passamos a consumir produtos típicos de outras regiões e até países, não almoçamos

com nossos familiares, compramos um cheese-burguer pronto ao invés de comprar os

ingredientes e utilizar menores quantidades de conservantes, açúcar, gordura e sal no seu

preparo, deixamos a alimentação ser secundário a tudo que nos cerca...

Atualmente a vida agitada e a dupla carga de trabalho nos levam a crer que devemos

facilitar e solicitar por telefone tudo que pudermos no nosso dia-a-dia. Conseguem enxergar

quem são os reais atores dessas mudanças? Basta ler atentamente ao texto para identificar

diversas formas de expressão do seu “eu”.

Nutr. Isabelle Zanoni

 

 

voltar para Dicas e Novidades

left show fwR tsY bsd sbww b03s c05|left tsN fwR show b03s bsd|left show b03s bsd tsN fwR|sbse||image-wrap|news login fwB fwR tsY normalcase c10|fsN fwR normalcase tsY c10|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase tsY c10|fwR tsY normalcase c10|normalcase tsY c10|content-inner||